27 julho 2009

A origem das expressões

"Snob", termo que se utiliza para designar alguém que intenta alardear um estatuto social que efectivamente não possui, é um termo originário de Inglaterra onde se passou a usar no século XVII, quando a Universidade de Cambridge passou a admitir alunos de origem plebeia. Esses alunos, tinham na sua matrícula a expressão latina "sine nobilitas" (sem nobreza), o que depressa se viu abreviado para "Snob".

8 comentários:

epacheco disse...

Giro! Não fazia ideia.

Eva Gonçalves disse...

Confesso que desconhecia esta proveniência. Interessante como hoje em dia, o termo é vulgarmente utilizado para designar alguém que julga possuír um estatuto social mais elevado que os demais...

kincas disse...

To Eva.

E continua a estar correcto.
Pois "snob" são os "pobres" que tentam passar por "ricos".
Pois os "ricos" não necessitam desse "favor".
Entenda-se "pobre" e "rico" nos vários contextos.

125azul disse...

Aprendi, pelos vistos mal, que snob era o segundo filho,o que não tinha direito à grande herança, de acordo com leis sucessórias mais decentes que a nossa pró-minifundiária que entre irmãos e primos me dá 1/16 de uns terrenos já de si pequenos e indivisos onde só dá para plantar eucaliptos para que os ramos não ultrapassem os limites da propriedade e vão chatear o vizinho...É com muita pena que leio as suas palavras, uma vez que tendo algum sangue azul e vindo de uma longa linha de bastardos - de cada vez que me diziam "és uma snob!" eu tinha toda a legitimidade de dizer "sim! e com muito gosto! sou verdadeiramente snob"!"

Agora, olhe, caraças.

Entretanto, a Wiki (com todos os defeitos que se lhe possam assinalar) ainda mais me confunde ao falar de Thackeray e The Book of Snob (1848). Entre essa e O Oxford Dictionary,acaba-se por não se perceber se a expressão vem da Escócia ou de Inglaterra, se foram os de Cambridge a começar com a abreviatura (mas não apenas para plebeus e para todos os que não eram estudantes.

Enfim.

125azul disse...

)


(Para não ficar à espera que fechasse o parêntesis)

scheeko™ disse...

O dicionário do mac diz que essa etimologia é "folk etymology".

JVC disse...

Are you talkin' to me? Are you talkin' to me?

Carlos disse...

No entanto:

e are often told that this originated as an abbreviation for the Latin phrase sine nobilitate 'without nobility', used to mark out those of a humble social background. None of our informants can agree on the circumstances in which this abbreviation was supposedly used: on lists of names of Oxford or Cambridge students; on lists of ships' passengers (to make sure that only the best people dined at the captain's table); as a marginal note in genealogies; on lists of guests to indicate that no title was required when they were announced. But the word snob (or in Scotland snab) is first recorded in the late 18th century as a term for a shoemaker or his apprentice. At about this time it was indeed adopted by Cambridge students, but they did not use it to refer to students who lacked a title or were of humble origins; they used it generally of anyone who was not a student. By the early 19th century it was being used to mean a person with no 'breeding', both the honest labourers who knew their place, and the vulgar social climbers who aped the manners of the upper classes. It was this latter group to whom the word has now become specially applied: those who patronize or ignore anyone they perceive as inferior in social position, education, or taste. It is quite possible that the phrase sine nobilitate may have appeared in one context or another, but we can't see why it would have given rise to a word for a shoemaker.

Aqui: http://www.askoxford.com/asktheexperts/faq/aboutwordorigins/snob