21 outubro 2009

Arte velha

A pior das sensações para um pintor é ter de submeter o seu trabalho à apreciação crítica de um tipo que nunca pegou num pincel ou numa tela. Mas que sabe dizer "Isso está uma merda!" e que é proprietário da galeria.

6 comentários:

Manuel Carvalhal disse...

Pedro, não é preciso ser programador para dizer que um programa é uma porcaria... Ou é?

Pedro Aniceto disse...

Mas também custa aceitar um "Isto está uma merda!" a um gajo que não sabe NADA sobre a matéria.

Djmcave disse...

ambos se podem comentar por leigos no ponto de vista da usabilidade...
Colocava o numa parede ou não...
por muito boa que a qualidade da pincelada for se eu não consigo olhar para o quadro....

Jorge disse...

Um(a) galerista é basicamente um(a) comerciante mas tem normalmente uma noção bastante apurada sobre as peças que tem à sua frente. Tem todo o interesse em desenvolver capacidades que lhe permitam comercializar as peças de melhor qualidade e representar artistas com potencial, ou o seu negócio não irá a lado nenhum.
A validade da sua opinião terá assim sempre como base a sua experiência e bom gosto e não necessariamente um background como artista plástico.
A sua personalidade, carácter ou falta de educação é que já são assuntos que não discuto. :-)

Pedro disse...

Na volta estava mesmo uma merda... :)

Luís Maia disse...

Tenho um crítico amigo que nunca apreciou a minha obra prima um certo Cristo crucificado. Todos temos um Saramago na nossa vida.
Penso que dizia que o Cristo lhe fazia lembrar um gajo que levou uma carga de porrada