25 fevereiro 2010

Flashback

Acabei de aceitar um convite como Conferencista numa Universidade de Lisboa no âmbito de um Encontro Nacional de Estudantes de Marketing. Seria mais um de tantos já aceites se não se desse o caso das instalações desta Universidade terem sido há já alguns anos (e durante muitos) as paredes da minha Escola Primária. E quer o destino, esse providente sacana, que o maior auditório desta instituição de Ensino tenha sido construído sobre a "minha" sala de aulas, a mesma durante os quatro anos que a frequentei. E se tudo estiver planetariamente alinhado, estarei de costas para área dos dois enormes quadros negros e olharei bastas vezes para a minha direita onde tenho quase a certeza de vir a ver a figura da Senhora Dona Maria Emília. O destino é por vezes cruel, não é?

9 comentários:

Patricia Lousinha disse...

É! Mas também tem coisas fantásticas.

botinhas disse...

É de avisar alguém que a Universidade de Lisboa vai fechar [também]?

Patricia Lousinha disse...

Isso era antigamente, oh grande Botinhas...

Joaquim disse...

Nessa mesma Escola, actual UAL, a minha filha Sofia licenciou-se em R. Internacionais, pena ñ tenha sido em Marketing

Ana Ferreira disse...

Mas.... quer dizer.... ainda está de pé o edifício?

Pedro Aniceto disse...

É oficial, consta da minha pequena biografia, que a Escola Masculina Nº 37 fechou as suas portas depois de eu por lá ter passado. Não seria correcto da minha parte vir agora dizer que eles correm SÈRIOS riscos de voltar a encerrar (pero que las hay, las hay...). Também me licenciei ali, mas em berlinde e bichos da seda (o pequeno pátio da porteira tinha uma amoreira). Aquele pátio, então em terra e com o poço central destapado era também partilhado pelo armazém de urnas da Agência Magno que funcionou no edifício durante muitíssimos anos... Sim, brincávamos no meio das palettes de caixões. Ninguém morreu nem ficou traumatizado. (Quero dizer, acho eu...)

Leite da Terra disse...

O destino, pode ser sem dúvida muito crual, ou então como no seu caso, MUITO doce!.
Parabens e divirta-se

Maguita disse...

Foi a minha casa amarela durante uns 4 aninhos

Francisco disse...

Botinhas: grande presença de espírito! e, Aniceto: vislumbro uma ténue vontade de voltares ao texto da tua vida. UFA! Já não era sem tempo!

E quanto à Agência Magno... fui agora reler esse guião indiano e não consta nada de nada. Prevejo uma revisão aumentada...