05 abril 2010

Wonders never cease!

À pergunta "Algum dia pensou ser possível ouvir falar de iPhone num evento da Microsoft?" a minha resposta instintiva seria um rotundo "Não!". Depois, pararia um pouco, reflectiria e mudaria a resposta para um "Seria muito difícil...". Mas há coisas fantásticas, não há?. Bravo, Bruno Pires! Que a Força esteja contigo!

3 comentários:

mtz disse...

Sr. Pedro.

Sou um atento seguidor do seu blog, no entanto é a minha primeira intervenção neste espaço que tanto aprecio.

Clubismos à parte,sou programador .Net compact framework mas não sou fanático ao ponto de defender até à morte qualquer facção, até porque encontro enormes defeitos em qualquer plataforma móvel, seja WM, iPhone ou Android.

Mas focando-me no seu post, ocorre-me algo diferente do que lhe ocorreu a si com toda a certeza. O poder programar em C# para iPhone é um primeiro passo para a uniformização das plataformas móveis. Como programador, nada me daria mais gozo que ter uma aplicação que pudesse correr tanto em Windows Mobile como em iPhone e até mesmo em Android sem ter que lhe mudar uma virgula. Já reparou em como conseguiria o melhor de 3 mundos?

Cumprimentos,
Tiago

Pedro Aniceto disse...

Obviamente que me ocorreu, meu caro Tiago, e saberá o Grande Criador o que eu já lutei para que essas contínuas barreiras que durante tantos anos foram sendo cavadas (por ambas as partes) fosse destruídas. Mais do que uma "piada", o meu post simboliza um momento quase histórico. E isso, agrada-me e agrada-nos de sobremaneira. Abraço e bom código!

kincas disse...

Foi ventilado que 10% dos empregados de Redmont eram iPhone users.
Mas às escondidas senão o Steve "monkeyboy" Ballmer....