24 junho 2010

(Santa Engrácia) A origem das expressões

"Isso demora tanto tempo que parece uma obra de Santa Engrácia" é a expressão tipicamente utilizada em Portugal para designar uma tarefa ou empreendimento cuja conclusão se arrasta no tempo sem dar sinais de algum dia vir a ser completada. Santa Engrácia dá nome a uma igreja (já desaparecida), cuja localização em Lisboa estava construída no exacto local onde hoje está edificado o Panteão Nacional. Esta igreja, que foi construída por decisão da Infanta D.Maria, filha de D.Manuel I, veio mais tarde a ser fortemente danificada por um temporal, que motivou a sua completa reconstrução. A primeira pedra do actual edifício de estilo Barroco que alberga o Panteão, foi colocada em 1682, mas as obras demoraram tanto tempo que o edifício só viria a ser terminado em 1966, dando origem à expressão "Obras de Santa Engrácia".

6 comentários:

bom amigo disse...

Mas a igreja de Santa Engracia existe embora noutro local.(Situa-se na calçada dos Barbadinhos por cima do museu da água na freguesia de Santa Engracia na qual nasci e vivi durante largos anos)

Kito disse...

E teria sido destruída posteriormente por causa do terramoto?

miguel disse...

Sei que não tem a ver com o artigo, mas é o ridículo do ridículo. A TVI diz que o iPhone 4 pode pôr em causa a saúde pública.

http://www.tvi24.iol.pt/tecnologia/tvi24-apple-iphone-impacto-ambiental-tecnologia/1172409-4069.html

Pedro Aniceto disse...

O texto do artigo foi alterado entretanto. Quando for assim, captura o ecrã de imediato... ;)

scheeko™ disse...

O D. Manuel II não teve filhas e viveu no século XX.

Acho que querias dizer, D. Manuel I!

Pedro Aniceto disse...

Corrigido, obrigado