25 julho 2010

Res non verba

Talvez seja oportuno explicar a Costinha, agora investido nas funções de Director desportivo da agremiação verde e branca, que a angariação de uma parte generosa do seu salário só é possível graças à existência de adversários do calibre do Sport Lisboa e Benfica. Costinha está no direito de ser anti-tudo e mais alguma coisa, mas deveria pensar antes de abrir a boca para declarações deste teor tão triste. Isso e escolher fatos de padrões decentes.

22 comentários:

João Lúcio disse...

Triste porquê? É tão normal um sportinguista ser anti-benfiquista como um benfiquista ser anti-sportinguista. É das coisas mais naturais do mundo. Politicamente correcto é, como o nome indica, coisa de político. E isso sim, é triste.

Mário disse...

Caro Pedro se o Rui Costa viesse a público afirmar ser antí-sporting era o rei da selva. Não é verdade?

nene disse...

perdeste uma oportunidade para estar calado ó lampião.

João Lúcio disse...

Percebo o teu ponto de vista mas acho que a tua reacção se deve ao facto de seres benfiquista. Se fosse ao contrário, de certeza que alguns sportinguistas teriam a mesma reacção inicial. Mas no final não vejo que seja um problema, nem algo triste. Apenas algo normal, que todos sabem que é normal, mas que é raro ser dito em público.

kincas disse...

Lampião à parte, quanto ao fato tens toda a razão.
Esse Sr. só vai parar quando conseguir a academia de Alcochete para o FêQêPê.

Luís Ferreira disse...

Que me recorde, o Costinha nunca foi famoso pelo seu bom gosto.
Quanto ao outro facto relatado neste post, digo apenas que não é muito diferente do que se passa quase todos os dias no canal do Benfica em determinados momentos – passo por lá ao fazer zapping e alguns programas não estão muito longe desta imagem.

NOTA: para ser claro, sou adepto do FCP, mas tanto repudio esta imagem, como qualquer situação semelhante em qualquer outro clube!

INcoma disse...

Bairrismo... Tão-somente isso.

Cada um defende a "sua" dama ofendendo a do outro...

Mas agora também está na moda ser anti-qualquercoisa

Zé da Fisga disse...

Aqui fica uma crónica de um blogue benfiquista sobre o que é ser "Anti":

http://tertuliabenfiquista.blogs.sapo.pt/1075288.html

Anónimo disse...

Ele é um enviado especial do pinto da costa para destruir o sporting!

Anónimo disse...

O Rui Costa é um senhor...jamais viria a público dizer tal coisa.Mas pela embalagem vê-se o conteúdo....Está tudo dito!

Pedro Aniceto disse...

João Lúcio: Um dirigente não pode transformar-se num incendiário que, ao ver as chamas a lavrar, lava as mãos como Pilatos. Não pode esquecer-se de que o seu clube é tão maior, quanto maior for a concorrência. Costinha deveria saber (tem basta experiência disso) de que gerir desportivamente não é, nunca foi, nunca será acicatar os ânimos das hordas. Costinha (e a generalidade dos dirigentes portugueses) preocupam-se mais com o que se passa no exterior dos seus clubes do que com o interior. Precisam de levantar uma fogueirinha de quando em vez para que a malta se esqueça dos seus próprios problemas.

Pedro Aniceto disse...

Mário: Não me tome por um imbecil sem cérebro. Obrigado.

Pedro Aniceto disse...

Nene: Que nome tão feliz. Quer acrescentar algo de construtivo à discussão ou veio apenas deixar uma banalidade?

Pedro Aniceto disse...

João Lúcio: O meu ponto de vista, que aparentemente expresso de quando em vez, é apoiado por muitos adeptos de futebol. Só que é só aparentemente. Não vejo ninguém erguer a voz contra os incendiários, tenham eles a cor que tiverem. Já me insurgi muitas vezes (e tu sabes bem disso) contra muita gente, tenha ela a cor que tiver. Já censurei publicamente e por inúmeras vezes, a política de comunicação do meu clube, nomeadamente a do presidente do S.L.Benfica, e não é por isso que deixo de ser benfiquista e que continuo permanentemente a trocar opiniões com aqueles, que sendo do meu clube, venho censurando construtivamente. Se querem matar o futebol e continuar a matarem-se uns aos outros, façam-no, mas com o meu total desacordo.

Pedro Aniceto disse...

Incoma: Precisamente. E não me revejo nessa maneira de actuar. O Benfica tem progredido ligeiramente nessa questão. Mas há muito, mesmo muito ainda a fazer.Para demonstrar os meus pontos de vista, não preciso de ofender quem quer que seja.

Anónimo disse...

Cheira-me a mais uma época cheia de fair-play, civismo, e outras coisas do género.
Afinal futebol não é um desporto é uma guerra e por isso não deveria ser subsidiado por nós.

Aqui Benfiquista, não doentista.

Otário disse...

eu não gosto deste homem, muito sinceramente. na selecção va lá va lá, não seri apor aí além. a primeira comunicação que fez como dirigente no sporting, foi senão mais protestar com uma arbitragem, a ele injusta, marca registada do sporting, é sempre o árbitro e aquele e aqueloutro, se sporting perde, a culpa não pode ser do sporting, enfim. e eu vi o jogo, não me relembro contra quem foi, e vi uma arbitragem justa, nada de mais nada de menos, talvez um erro aqui e ali para ambas as partes, mas o futebol sempre foi assim.

o sporting não irá a bom rumo tão depressa e, como benfiquista, tanto me faz como se me fez, até fico contente, é menos um ara o benfica se preocupar, e este antibenquista, aqui aposto, que se prepare para sentir, uma vez mais como normal começará a ser, o seu clubezinho abaixo do Glorioso na tabela classificativa.

filipe m. disse...

E estava eu com esperanças que, uma vez desaparecida a actual classe dirigente e substituída pelos mais novos, desaparecesse com ela a parva mesquinhez em que se transformou o futebol em Portugal...

... mais do mesmo, portanto. Triste desilusão, especialmente vindo de quem vem.

bom amigo disse...

Com uma afirmação como esta só demonstra suas capacidades

Bruno Trigo disse...

O seu post no meu blog foi corrigido e alterado caro Pedro estando agora de acordo com o seu comentário que considero normal e justissimo. O objectivo do blog foi temporário e serviu apenas para uma pequena comunidade de amigos de futebolada, de qualquer forma, está acessivel a todos e como tal fica aqui o meu pedido de desculpas. Achei, tal como voce, esta afirmação do Costinha ridicula.

Pedro Aniceto disse...

Obrigado

Alex disse...

Sou portista e sempre fui grande apreciador das qualidades do Costinha. Mas como é óbvio, um director desportivo não pode dizer o que disse. Não lhe fica bem, só atiça e em nada beneficia a sua imagem. Fico algo triste. Até o pode sentir, mas dizer cá para fora não fica bem.