01 setembro 2010

Antiga(mente)


Durante todo o período da Censura imposta pela Ditadura, tiveram os homens da imprensa de aprender a dizer por meias palavras aquilo que era impossível dizer às escâncaras. Habituei-me a ler nos títulos das notícias, coisas que precisaram de me ser explicadas por gente mais versada na descodificação do que eu. Hoje encontrei nesta capa, uma justa homenagem à memória de quem precisou de dar muitas voltas para dizer o que realmente pretendia. Em Democracia. Abençoados.

3 comentários:

Otário disse...

ve-remos...

Miguel disse...

...e aparece!

Cuca disse...

Muito bom! :)