15 janeiro 2011

O cavalo-marinho e a gaivota morta

Atente o leitor na última frase deste (a todos os títulos espantoso) artigo. O porta-voz da Marinha Portuguesa desconhece que os submarinos não voam. Também me ocorre pensar que o jornalista ao redigir o texto, poderia ter resolvido a questão, mas isso porventura já seria pedir demais.

4 comentários:

Cromos do Cosmos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
scheeko™ disse...

Tendo em conta que até se publica que, em 2006, o Pôncio teve uma "lesão muscular intracerebral" (http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1471958), nos dias que correm e salvo raras excepções, o que a maioria das jornalistas escrevem é puro lixo.

Amilcar Barca disse...

Não será a hidrodinâmica é um caso particular da aerodinâmica?
Naval tradition it's nothing but gin, sodomy & lash.

A.B. disse...

Ora portanto;
Não é a reparação “do” Tridente, mas de um dos vários à disposição.
A Grécia está com problemas no revestimento. Já é azar.
Os ministérios da marinha desse mundo agora sabem as novidades pela imprensa.
A parte respeitante à aerodinâmica de um submarino era realmente escusada, mas talvez eles saibam algo que nós desconhecemos...