11 outubro 2011

Vida moderna

Uma pessoa pensa que já viu TUDO até ao momento em que depara com um cliente que tem 200 Gigabytes de música COMPRADA.

10 comentários:

Sam disse...

Um excêntrico, portanto...

Tiago disse...

Há gente capaz de tudo!

botinhas disse...

Se ripar os meus CDs comprados num formato lossless, até devo passar isso! :p

Fábio Marques disse...

Lá está! O formato é importantíssimo!

A.B. disse...

Por oposição a outros clientes com 200Gb de música...roubada?

Pedro Aniceto disse...

A.B. esse comentario foi... digamos... algo estranho. Comprar 200 GB de música é obra. Foi apenas o que eu disse, não insinuei nada.

scheeko™ disse...

Conheço quem tenha mais em CD (mesmo sem ser em lossless) e é tudo música clássica, com grande enfoque no canto lírico.

A.B. disse...

Peço desculpas pelo mal-entendido.
Não me parece difícil chegar aos 200GB. Como disse o "botinhas", em lossless também já devo passar disso, e nem por isso tenho uma colecção colossal de CDs.
O que me admirou foi a "admiração" em si. A partir dos meus limitados conhecimentos, deve haver bastante gente que tem mais CDs que eu, por isso, 200GB, não me pareceu invulgar.
Abraço.

José Luís Teixeira disse...

Penso que se está a confundir a quantidade de CD's [originais ou não] com a capacidade instalada [MB's ou GB's].

Creio que a estupefacção de Pedro se deve, não a passar a colecção de cd's para um qualquer formato lossless ou whatever [porque isso só por si seria pirataria], mas sim por eventualmente os gigas que essa pessoa tem foram comprados online/digital, porque afinal de contas é possivel adquirir de forma legal músicas pela iTunes e muitos outros sitios....

A.B. disse...

É pirataria colocar os meus CDs, comprados por mim, no iTunes? Desconhecia essa...