02 março 2012

Gago Coutinho e Sacadura Cabral



Na noite de 11 de Abril de 1922, os aviadores Gago Coutinho e Sacadura Cabral, a bordo de um hidrovião Fairey baptizado "Pátria" e na segunda etapa daquela que haveria de ser a primeira travessia aérea do Atlântico, amararam de emergência no oceano,tendo sido socorridos, depois de uma valente deriva pelo navio cargueiro Paris City, navio em rota na região. O Paris City era comandado por A.E.Tamlyn. Reconhecidos pelo salvamento, os aviadores ofereceram posteriormente ao Comandante Tamlyn uma cigarreira e uma fosforeira em ouro, objectos que têm gravada a rota da histórica viagem e nas quais está incrustado um pequeno diamante assinalando o ponto onde foi efectuado salvamento e consequente resgate dos aviadores portugueses. No interior da cigarreira, uma mensagem gravada agradece ao Comandante Tamlyn a sua assistência. Os descendentes de Tamlyn decidiram agora vender a oferta, que deveria com toda a lógica passar à propriedade do Estado Português, nomeadamente ao Museu da Marinha. Não tenho qualquer dúvida sobre o valor museológico das duas peças. O valor que a família Tamlyn pede pelas peças é de cerca de oito mil libras. A Marinha afirma não ter esse valor (como se eventualmente eu conseguisse acreditar nisto...) e eu sou mocinho para sugerir que poupem as oito mil libras na gasolina que as viaturas de serviço e respectivos marujos motoristas fardados gastam a trazer madames a um cabeleireiro da moda que está situado frente ao local onde trabalho. É só uma sugestão, poderá até haver outras formas de poupar esse dinheiro sem que as senhoras do Almirantado fiquem muito zangadas...

9 comentários:

Weverton Galease disse...

Muito bom!
É uma ótima dica para eles pouparem...

nmlima disse...

Sera que num fim de semana se consegue ter 9000 pessoas a ir ao Museu de Marinha deixar la um euro?

Pedro Aniceto disse...

Não foi nada que não tivesse sido já pensado...

Rafael disse...

GAO COUTINHO? GAO????

Pedro Aniceto disse...

Is that your best shot?

Rafael disse...

:-) Foi sim, best shot por hoje.
Também já vi motoristas fardados a deixarem as senhoras num velório à frente da Igreja Nossa Senhora de Fátima, os carros eram uns 5 Citroen C4, não me queixo dos carros escolhidos, mas todos eles tinha motoristas???

armatos disse...

Aproveitei a oportunidade e publiquei no Mouseion (com a devida vénia)! Via agora que já propuseram a ida em massa ao Museu da Marinha... mas era coisa que se podia fazer também no Museu da Força Aérea, não?

A.B. disse...

E onde é que se pode comprar isso?

♀ Liadan disse...

Já agora, podiam deixar a descendentes de Gago Coutinho!