14 julho 2012

Sennheiser MM70i

Sempre que experimentei uns auscultadores "in ear" em condições reais de dia-a-dia, deparei-me com três aspectos que condenaram quase sempre essa mesma experiência a um  rotundo fracasso, a saber: O conforto de utilização intra-auricular, o ruído de sopro sempre admitido pela célula do microfone do cabo quando em movimento e a rigidez da cablagem que tornou quase sempre a utilização uma chatice considerável. Mesmo quando providenciaram grande qualidade de áudio, a mescla destes três factores acabou sempre por inquinar a minha relação enquanto utilizador. Por isso mesmo, quando hoje a Magnelusa (Distribuidor em Portugal dos produtos Sennheiser) me fez chegar um set dos novos Sennheiser MM70i, foi com alguma reserva mental que iniciei as minhas notas e comentários.

Cepticismo que rapidamente percebi ser apenas meu, pois quando publiquei no Twitter algumas fotos do unboxing dos Sennheiser MM 70i, algumas pessoas responderam, ou com expectativa ou positivamente, afirmando que estávamos em presença da melhor marca de auscultadores na versão "in ear". Não coloco as afirmações em causa, mau seria, pois o meu actual head set, um original Apple (que não "in ear") que acompanhava o meu iPhone 4 S, veio substituir um outro modelo Sennheiser, o CX300 ii que deram boa conta do recado, mas que já acusavam o peso da idade e dos maus tratos a que a vida real sempre submete estes equipamentos. Quem nunca deu um puxão nos cabos, ou viu o cinto de segurança do automóvel recolher rapidamente os cabos, clips, telefone e restantes acessórios, que atire o primeiro iPhone...

Packaging:  O leitor pode proferir algumas obscenidades neste momento, fica já avisado (depois será tarde). Este packaging não é o que lhe chega às mãos enquanto consumidor, mas seria uma absoluta injustiça não o mencionar. Por várias razões: O modelo MM70i tem como alvo o mercado Apple e este exemplar de packaging (precioso) é destinado aos profissionais que vão ter como tarefa a apreciação do mesmo e à eventual expressão das suas opiniões. Uma robustíssima caixa, que, ou muito me engano "bebeu" do design da primeira embalagem exterior de Macbook Air, envolve a embalagem de consumo do produto, bem como acondiciona três elegantes "tabs" com funções diferentes (como aliás pode ser observado na imagem que se segue.

Eu sei que é raro alguém na imprensa dedicar uma linha que seja ao packaging, mais a mais quando não estamos a falar de algo que o cliente consumidor vá encontrar na prateleira, mas aqui fazemos as coisas de modo diferente e gostamos (também) de mostrar o outro lado.


Resumidamente, esta caixa chama a atenção do "reviewer" para três aspectos: O produto em si mesmo, a informação sobre o produto e o fabricante e (last but not the least) o "call for action" da parte comercial. Tivessem todos os fabricantes este nível de detalhe e de informação e a vida de quem escreve sobre determinados equipamentos seria bastante mais fácil (sim, Apple, também é contigo...).

E se falo de Apple, falo de uma gama de utilizadores que prefere sempre o melhor. Que se preocupa com equipamentos desenhados especificamente para os seus devices, que gosta de música e porque está habituado a ter sempre o melhor de todos os mundos. A melhor qualidade, o melhor som e sobretudo o melhor controlo sobre a música que consomem em parceria com o controlo total do seu iPhone, sim, o tal telefone que também faz chamadas...



O produto: O headset Sennheiser MM70i é composto por auscultadores "in ear" com uma cápsula semiesférica em tons de negro e crómio, ostentando em ambos o logo da marca, terminado em entradas de canal auditivo em silicone. Primeira e agradabilíssima surpresa, o imenso jogo de combinações possíveis com pontas simples de diferentes diâmetros, mas, principalmente pela existência na embalagem de outros conjuntos de pontas de silicone de dupla falange, que como alguns de nós sabem muitíssimo bem, proporcionam superiores níveis de conforto intra-auricular. No meu caso, e até com alguma surpresa, o nível maior de satisfação em termos de conforto e estabilidade dos auscultadores, atinge-se com duas pontas de silicone de diferente diâmetros e formatos, permitindo movimentos amplos e/ou bruscos , permanecendo os auscultadores devidamente acomodados onde sempre deveriam estar. Estas pontas de silicone são a barreira que se opõe à audição de ruído exterior. uma vez que bloqueiam essa audição, supressão essa que dependerá sempre do tipo de ponta de silicone utilizada, bem como da compressão que a mesma fará no interior do seu canal auditivo. Uma boa escolha de diâmetro fará toda a diferença em termos de conforto e de supressão de ruído ambiente, facto que nem sempre é levado em linha de conta pelo utilizador e que pode comprometer a satisfação total do produto.

Os auscultadores são a parte terminal de uma cablagem de comprimento não simétrico entre direito e esquerdo e apenas até à peça divisora do referido cabo, peça essa que me chamou a atenção por não ser comum, isto é, porque além de dividir o canal esquerdo e o canal direito como quase todas fazem, dá aos dois cabos que daí diferem uma abertura que não é comum encontrar-se em equipamento similar, alargando propositadamente a abertura entre os dois cabos e não lhes facilitando a quase sempre presente possibilidade de se enrolarem um no outro. Quem nunca se irritou ao desembaraçar um cabo esquerdo de um direito, que atire o primeiro iPad... A principal razão, segundo o fabricante e devidamente confirmada por mim, é o facto de se tornar também possível usar o cabo passando o mesmo por detrás do pescoço. Efectivamente, e apesar de não constar dos meus hábitos, essa diferença de comprimento dos cabos, é essencial para esse fim.

Na continuação do cabo do canal esquerdo vamos encontrar o módulo de comando e microfone, este cabo, o mais curto dos dois, tem inserido o referido módulo, com o microfone no topo do mesmo. Pormenor interessante, este, o do micro estar no topo do comando e não na lateral (lembram-se do que eu disse sobre o ruído em movimento?), pois torna quase impossível o roçar da roupa no mesmo quando falamos ao telefone em movimento e atenua de forma muito eficaz a acção do vento que em muitos outros modelos é absolutamente inqualificável. Os dois botões de volume estão nos extremos do comando e possuem um pequeno relevo, o que permite ao utilizador, sem estar a visualizar o botão, identificar de forma táctil com facilidade a acção pretendida. A secção central do comando acumula as funções "Play", "Pause", "Call". A qualidade deste micro é bastante similar à do microfone do meu iPhone 4 S e em nenhum dos testes efectuados o interlocutor desconfiou sequer do facto da conversação  estar a ser mantida por um microfone exterior. (Uma chamada em ambiente fechado, uma em automóvel em movimento - janela aberta e ainda outra em movimento contra a forte brisa que se fazia sentir na altura).

A embalagem dos Sennheiser MM70i inclui ainda (além dos conjuntos de pontas de silicone), um clip que permite fixar o cabo principal ao vestuário, uma distintíssima peça que permite arrumar o cabo e auscultadores, embebendo as meias esferas na própria arrumação e uma bolsa de transporte do conjunto numa imitação de pele e com uma decoração muitíssimo pouco discreta e que achei até demasiado ostensiva e exagerada face a outros exemplos que já vi desta marca.

A qualidade sonora em chamadas telefónicas é bastante boa, nada ficando o microfone externo a dever ao microfone do próprio iPhone (no teste foram usados um iPhone 4 S e um 3 GS).

Em termos musicais, gostei dos graves em variados géneros musicais, sobretudo vocais (que foram confrontados com outros tipos de headphone Sennheiser), tendo os médios e agudos apresentado performances médias bastante acima do que eu próprio esperava. O grau de aceitação geral do produto foi bastante elevado, tendo-os adoptado de imediato como headset "de serviço" (o que, dadas as minhas reservas, foi francamente inesperado). Em suma, fiquei deveras satisfeito com o produto e não hesito em recomendá-lo.

Preço de retalho: 79.90€ (Mileage may vary)

Seja responsável! Utilize os seus auscultadores "in ear" em condições de segurança. Isso exclui, obviamente, a circulação pedestre em locais frequentados por veículos motorizados, caminhos de ferro ou situações de marcha em que a audição seja essencial para o alertar de perigos vários. Não é raro ler-se na imprensa que um determinado acidente, na sua maioria de desfecho trágico, foi causado pelo alheamento sonoro do meio ambiente. E também não é raro depararmo-nos no trânsito, com condutores completamente desprovidos de audição devido ao uso inadequado destes equipamentos.

Nota final: Vinte e quatro horas depois de ter testado o headset Sennheiser MM70i, e num gesto que pretendeu evitar males maiores, vi este excelente produto ser "assassinado" num acidente doméstico que felizmente não teve consequências mais graves (já chega esta...). Nenhum cabo de auscultador de headset da indústria resiste a tracções violentas e foi o que sucedeu neste caso. Se dizem que há paixões efémeras, pode muito bem ter sido o caso deste equipamento.

3 comentários:

Lua disse...

E não esquecer que não se pode usar a conduzir, pois tem 2 auriculares, mesmo usando apenas um deles dá multa, tenho um amigo que mesmo cortando um dos auriculares em frente ao agente, não se livrou da multa.

Nuno Freitas disse...

iPhone, sim, o tal telefone que também faz chamadas...

LOOOOOOOOL MUITO BOM ; )

www.77yum.com disse...

激情視訊辣妹美女
色a片情報站
a片免費試看
免費0204視訊情色
免費a片AV女優
影音視訊辣妹
視訊情人網
線上免費試看短片a片
免費試看短片a片