17 dezembro 2012

O Manel Jeep

Os carros do Tomás, pelo menos aqueles que estão na jurisdição da minha "garagem", têm nomes. O penúltimo, um jeep horrendo de ar ameaçador, chama-se Manel Jeep. No seguimento da construção do camião, e no intuito de aproveitar pequenas sobras de madeira que mereceriam ter um fim mais digno do que como acendalhas, foi construído este exemplar de um jeep. Ainda não foi baptizado, mas estou certo de que não deixarão os leitores de sugerir nomes de baptismo para esta peça... (Mesmo com todos os aproveitamentos, ainda houve espaço para a construção de um mini-barco movido a elásticos). Este último, que não será baptizado, tem como destino a banheira...




4 comentários:

Alfredo Caiano Silvestre disse...

Esse, que supostamente não será baptizado, está-se mesmo a ver que é "Bote d'elástico".

Alfredo Caiano Silvestre disse...

O outro pode ser "João Jipão".

ka disse...

fantásticos! dá gozo só de imaginar o gozo que estão a dar desse lado... :)

blimunda sete luas disse...

Anicetomóbile!...