23 janeiro 2013

Mercedes 190D e catalisadores

Ontem, pela hora de almoço, houve uma acesa troca de argumentos entre mim e várias pessoas no Twitter sobre a questão dos catalisadores (ou da falta deles) em veículos anteriores a determinada data. Como poderão saber, existe uma zona de exclusão para veículos sem catalisador e filtro de partículas na cidade de Lisboa. Fiquei sem perceber se os veículos em causa poderiam ou não ser adaptados e receberem o equipamento em falta, sem o qual não deverão circular numa extensa zona da cidade. Como o número de Mercedes 190D que circulam em Lisboa como táxi é avassalador, decidi, com o devido tempo, abordar os condutores dos mesmos e colocar duas questões simples: O carro que conduz tem catalisador? Se não tem, deixa de circular na zona de exclusão? Fiquei surpreendido com as respostas. Inquiri, na mesma praça de táxis (Amoreiras), sete condutores. Todos eles responderam "Não tem" à primeira questão. As respostas à segunda pergunta foram variadas. Alternaram entre "Você está maluco?" e um afirmativo "Cague nisso, amigo!"

9 comentários:

botinhas disse...

Li algures que se podem colocar kits, mas estes têm de estar homolgados. Consta que o IMTT ainda não sabe sequer como homolgar catalizadores, quanto mais haver uma lista de produtos legais.

Jorge Freitas Soares disse...

Por aquilo que li algures, pelo menos por enquanto a lei não será aplicada aos taxis.

interessante também era saber se não deveria ser aplicado um tecto máximo ao tempo útil de vida dos taxis... como se mede a segurança de carros que em 15 ou 20 anos de vida a andarem centenas de kms por dia?

Jorge Soares

Rafael disse...

A lei n se aplica aos transportes públicos, mas deveriam...

João Lúcio disse...

Bem, a segurança dos carros mede-se através da inspecção periódica.
Creio que os transportes públicos não estão incluídos nos limites de circulação.

Pedro Aniceto disse...

Estão sim...

José Luís Teixeira disse...

Não existe impossibilidade de colocar um catalisador num qualquer carro de qualquer data.
A questão está neste momento na legislação nacional e o respectivo processo de homologação.

Colocar neste momento um catalisador universal equipara-se a Tunning.
O IMTT está a proceder à homologação de catalisadores para veículos diesel existentes a circular na "nossa" praça.

Pedro Aniceto disse...

Eu estive a ler o Decreto Lei e fiquei algo apreensivo. Não é "apenas" o catalisador, mas também um Filtro de Partículas. Não colocaria nenhum problema se o legislador não se tivesse lembrado de obrigar o proprietário do veículo a colocar em lugar visível para o condutor, de um avisador de pressão excessiva no filtro. Ora, isto traduz uma instalação bastante mais cara que a simples colocação de catalisador e filtro. Material esse que existe à venda em Portugal (fabricantes de escapes).

botinhas disse...

Reparei agora que escrevi "homolgados". FAIL!!!

while(1) printf("Homologados");

Ricardo Antunes disse...

Nem me fales em filtros de particulas... se pudesse já tinha tirado o da minha carrinha...