12 fevereiro 2013

Griffin Survivor para iPhone 5

Não compro capas, faço planos de protecção de equipamento. Pode até parecer presunçoso mas não tenho outra forma de descrever a minha obsessão por capas de telefone. Devo aliás dizer que é raro comprar uma capa para um dos meus telefones iPhone. Por norma e sendo a visibilidade que lhes dou, muito grande, é comum que Distribuidores e Revendedores me façam chegar alguns exemplares para que as experimente e (preferencialmente) as adopte a uso diário. Ambos ganhamos. Não foi o caso desta Griffin Survivor Case.

Prevendo a chegada do desejado iPhone 5, tratei de me prevenir em relação a capa de protecção e o primeiro exemplar a ser considerado nem sequer foi esta. Mas era um amor antigo, este modelo existe já desde o iPhone 4S, tendo-se depois estendido a iPad e iPod. Não é uma capa estética, não foi feita para ser bonita ou discreta, faz jus ao nome que lhe deram no modelo. Não é uma capa para o dia-a-dia, mas duvido que haja outra forma tão eficaz de proteger um iPhone como com esta Griffin Survivor.

Aliás, colocar esta capa está longe de ser uma operação banal e rápida e por razões que se prendem com a eficaz protecção. O telefone é colocado dentro de uma cápsula de plástico semi-rígido com apoios laterais onde os botões têm alvéolos que vão permitir a posterior operação. Esta "concha" constitui a primeira barreira, o telefone não fica em contacto interior com as camadas posteriores que o hão-de "vestir".  A segunda barreira é uma generosa capa de silicone com bom toque, rugged quanto baste, com boa textura e que permite ao telefone ter apoios altos que lhe permitirão sem qualquer risco de desgraça, que a capa seja apoiada em superfícies molhadas ou agrestes. Tem a textura do piso de um pneu e isso surpreende (ou não) o utilizador que deverá ser informado de que esta capa cumpre alguns dos requisitos americanos e ingleses de uso de equipamento militar. Ah! Pois...

Para "fechar" o conjunto e encerrar as várias camadas de protecção, resta a colocação de uma tampa frontal que tem uma forma bastante eficaz de "fechar" através de vários pontos de pressão (seis) em redor do silicone.

Eu disse que a Survivor não era uma capa simples, é verdade, o preço também o não é (57 Euros), pois torna o equipamento volumoso, mas eficazmente protegido contra choques, poeira, humidade e "tratamentos de choque" sempre dispensados por profissionais que necessitem de operar equipamentos em ambiente hostil ou sob condições complicadas.

Nenhuma das portas ou botões fica acessível directamente. Câmara, Mute button e port de carregamento possuem flaps (não são essas mariquices de plástico que as outras capas possuem e que se perdem nos primeiros trinta minutos de utilização) que não são destacáveis da capa e que permitem o acesso de cabos e dedos às respectivas funções. Esqueça a colocação do telefone em doca com esta capa colocada. Esqueça a utilização de headphones. O "grip" da capa é muito bom, mas o seu volume impede-me de, na vertical e com ele na palma da mão, conseguir atingir todo o teclado com o polegar.

O conjunto da capa inclui ainda um clip de cinto que abraça o conjunto (e que serve de stand horizontal  em caso de necessidade). Aliás, uma das razões porque comprei esta capa foi precisamente porque ela trazia um clip de cinto que tinha um ligeiro defeito de fabrico. Como não o pensava usar e o preço se tornava convidativo, aproveitei a oportunidade. Mas isso serviu-me também para um pequeno teste ao suporte a clientes da Griffin. Duas linhas num email a dizer que estava "far from home" e  tinha adquirido uma Survivor iPhone 5 com um problema no clip e nem uma hora depois um contacto do fabricante a pedir-me desculpa pelo facto e a requerer uma morada para o envio de um clip de substituição, grátis e sem qualquer menção de portes. Quanto à devolução do avariado, um "deixe lá isso" que me vai permitir usar este segundo clip noutra função de suporte do tablier da viatura.

A capa está disponível em várias cores (incluindo o rosa).


A Griffin Survivor é distribuída em Portugal pela Servisoft.

5 comentários:

scheeko™ disse...

Eu nesta questão estou com o Seinfeld!

Pedro Aniceto disse...

E o que é que diz o Seinfeld sobre isto?

-VC- disse...

Não encontro um post anterior sobre capas de iphone que tinham uma bateria extra, com mais 70% de energia, do que a bateria original. Acho que era isto. Vinha em várias cores.
Esse post era do princípio de Fevereiro. Foi retirado?

obrigado e um abraço
Vasco

Pedro Aniceto disse...

VC, não me lembro de ter feito nenhum post sobre capas/bateria (embora as use). Uso Mophie mas creio que nunca falei delas. Há umas semanas fiz um post de FB para vender uma de um cliente que tendo um 5 comprou por engano uma de 4. Mas deve ter sido a única vez que falei disso (no FB). Aqui, sinceramente não me recordo e faz tempo (muito) que não retiro posts...

-VC- disse...

Obrigado Pedro. É bem possível que eu tenha lido esse post do Facebook e o tenha confundido com um post do blog. Foi logo no principio do mês. Lembro-me que depois disso visitei a página Mophie e foi aí que eu vi as capas/bateria em várias cores.
um abraço