03 outubro 2008

Pastilhas Pirata

Poucos leitores deste blog terão a idade necessária para começar a salivar ao ver esta imagem. Eu, não só salivei como quase lhes senti o sabor e a textura. Sim, eram pastilhas elásticas. AS pastilhas elásticas.

28 comentários:

Joel disse...

rijas como os cornos .... hehe mas boas!!

JedWar disse...

De facto eram bastante duras, mas assim também duravam mais que as Gorila.... entre uma mordida no lábio e outra a medo para não magoar os dentes, o tempo ia passando.

m.camilo disse...

Fosca-se.....'tou velho!

Joel disse...

E os pirolitos???? Fónix... qual cocacola qual quê??
Já para não falar nos pratos matinais de Farinha Predilecta!!!

cristina amil disse...

Poucos?... A lista de visitantes a este blog é assim tão reduzida?
Tenho um papel de recordação duma gorila "Com este vale podes pedir outra gorila grátis"...

Gonçalves disse...

Eh pá, eu lembro-me e bem, do papel de embrulho encerado e dapastilha elevemente empoeirada, não era?
Abraço,
Pedro Gonçalves

Tia Brites disse...

Enchiam a boca toda. Aquilo era preciso ter uma grande capacidade!

Patricia Lousinha disse...

Tal como a Amil, sou do tempo das Gorila. Mas lembro-me muito bem das Pastilhas Pirata.
E sim, Gonçalves, papel de embrulho "encerado" levemente empoeirada.
Do pó vieste ao pó voltarás... ;)

Rodrigo disse...

Apesar de não ser assim tão velho...ainda me lembro das piratas, penso que já no fim de vida comercial ainda tentaram combater o monopólio das Super Gorila através da criação de vários sabores. Estas recordações remontam a 1983.

Anónimo disse...

Lembro-me perfeitamente. Um delicioso paralelepípedo não muito regular com aquela texturinha exterior e sobretudo aquele "pó de talco" que tinham sempre para não colar ao papel. Açúcar em pó, acho eu..
....
....
....
( saliva )

Unknown disse...

Já agora não sei se conhecem este site onde se recorda algumas coisas de velhos tempos:

http://www.misteriojuvenil.com/

Paulo M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo M. disse...

E não é que quase toda a gente se lembra?
Afinal parece que somos quase todos "cotas" (prefiro chamar-lhe "experientes")

Marta disse...

Muita sabedoria na bagagem

A.Carrilho disse...

A mim deixa-me com um grande aperto do coração.
Cheguei a trabalhar três anos, durante as férias escolares na secção de pessoal da empresa que fazia entre outros mimos as "Pirata". Algumas boas recordações de quando passeava na fabrica: imaginem pastilhas elásticas em bruto, massas de pastilhas com cerca de 10Kg; depois passavam por uma maquina onde ficavam em caracol com cerca de 10m.... sensação única quando estavam a refinar açúcar, respirar pó de açúcar até ficar-mos todos doces do nariz ás profundezas da garganta, ou ainda quando estavam a fabricar as Bimil de mentol... era só chorar com os vapores que ficavam no ar. Enfim, a fábrica foi á falência e foram centenas de pessoas para a rua.

mfc disse...

eram boas e quase únicas!

Anónimo disse...

Eh pá Pedro...

Ainda hoje estava a dizer que ainda sou um rapaz novo, mas como conheço as piratas... recordo que juntava umas moedas de 2$50 para comprar uma porrada delas antes de ir para a escola! Faziam cá uns balões :)

binha disse...

Exactamente! Para fazer balões não havia melhor! Quando apanhávamos alguém distraído, aproveitávamos para lhos rebentar.

r. disse...

Xiii... eram aquelas que tinham uns crominhos de colecionar?
Bolas... afinal ainda sou do tempo em que o Pai-Natal ia com o coelhino e o palhaço ao circo... e de combóio!

Francisco disse...

1$00 custava uma Pirata embalada como as "Gorila".
50 centavos custava uma Pirata embrulhada como os rebuçados.
Pelo manos na tabacaria do Velasques.

Também me lembro de uns pacotes da pantera-cor-de-rosa que além da xícla também traziam um formula 1 em 4 ou 5 peças para montar...

Pedro Aniceto disse...

A mim deixa-me com um grande aperto do coração.Cheguei a trabalhar três anos, durante as férias escolares na secção de pessoal da empresa que fazia entre outros mimos as "Pirata".

Andei nas últimas horas a tentar lembrar-me do nome possível da fábrica destas pastilhas... Era a Lusiteca? E não era na Lusiteca que se faziam também uns rebuçados chamados Diamantes? Por outro lado lembro-me do nome Heller, mas esta última acho que fazia umas gomas que se vendiam (sobretudo) nos cinemas, umas gomas quadradas que vinham empilhadas umas nas outras dentro de um pacote tipo Sugus mas que era transparente. Posso estar a fazer uma enorme confusão

Eh pá, eu lembro-me e bem, do papel de embrulho encerado e dapastilha elevemente empoeirada, não era?Abraço,Pedro Gonçalves

Bela descrição, Pedro Gonçalves. É exactamente a memória que tenho.

Pedro Aniceto disse...

1$00 custava uma Pirata embalada como as "Gorila".50 centavos custava uma Pirata embrulhada como os rebuçados. Bem lembrado, Francisco. Nas festas da aldeia havia uma caixa de areia onde se "pescavam" dessas embrulhadas como rebuçados...

A.Carrilho disse...

Pedro, a empresa chamava-se Soconel e fazia parte de um grupo de empresas chamado Fomento Eborense. Poderia comercializar os seus produtos como Diana ou Martin´s.
Da lista de produtos, que me lembre, havia umas pastilhas de cola que foram, para mim, as melhores de sempre. Em termos de inovação tinham os Boli-Bolis, vinham dentro de uma caixinha com uma tampa que se abria para um orifício redondo de onde saiam então umas bolinhas muito pequenas, o equivalente de hoje serão, vá lá, coisas tipo Tic Tac.
Caixinhas de pastilhas Musk, ao género chicletes.
http://www.planetnana.co.il/atifot-mastik/foreign.html
http://www.misteriojuvenil.com/piratas_pirata.htm

r. disse...

Já que estamos numa de nostalgia... Estou farta de procurar por imagens de um chocolate que havia há cerca de 25-30 anos. Não faço ideia se era da Regina, ou não.
O dito chamava-se "Coma-com-pão" ... tinha 3 barras e era uma delícia. Alguém se lembra disto? E por acaso, sabe onde se pode encontrar uma imagem do mesmo?

Unknown disse...

Eu lembro-me muito bem desse chocolate, excepto o nome dele :( mas acho que pertencia à Regina que aqui há uns anos foi comprada pela Imperial(estava na falência), aqui há uns 10 anos lembro-me de ver isso algures num café do país...
Tenta ver se no site da Imperial têm algo desse velho pitéu.

Fátima Lucas disse...

Eia..... Tantos cotas que p´raqui estão.... Que saudades... Gostava tanto das pastilhas... Quer dizer.... Era o que havia. Pudera! Rijas no primeiro trincar.... e depois de muito mascar, moles até desfazer...

Silvia disse...

r.,acho qhe o chocolate de que falas é o Floc choc (muito bom por sinal)e sim pertencia à Regina (agora de facto a Imperial comprou essa marca).Quanto às pastilhas Pirata tambem me lembro delas e embora tenham «acabado», mais tarde a Imperial tentou um relaçamento dessas pastilhas com uma imagem mais renovada e um pirata mais moderno embora não com tanto sucesso como as gorila mas cá andam.

Silvia disse...

Já agora a titulo de coriosidade essas fantasias de chocolate de que falas que iam de comboio ao circo tambem são da Imperial