10 novembro 2009

Damage control

Conhecem aquelas situações em que a estrutura onde estão inseridos vos pede ajuda para uma situação de "damage control" deveras delicada e em que vocês, contrariados, dão aquilo que pensam ser uma mãozinha e acabam enterrados nela até ao pescocinho? E quando levantam um bracinho a pedir ajuda percebem que toda a gente assobia fininho e finge não perceber o que se passa e chegam a censurar quem está aflito por se ter prestado a ajudar? Conhecem? Pois eu também.

6 comentários:

kincas disse...

Ben There, Dan That!

São bons para depois dizer. "I told you so".

Paula Pico disse...

Uma só palavra... B O L H A A A A!!! ;)

binha disse...

Não me digas! Isso acontece mesmo? Nunca tal coisa vi ou senti...

LittleHelper disse...

Lindo! Então o clube sempre é maior do que eu pensava. Já quis devolver o meu cartão de sócio mas não aceitaram... :/

AB disse...

Falta o resto. Se tudo correr bem o mérito é de outro, se correr mal o erro é seu.

Ricardo Antunes disse...

Andas a armar ao pingarelho, é o que é..