10 novembro 2009

A origem das expressões

"Armar ao pingarelho" é uma expressão utilizada pelos falantes de português para designar alguém que quer atrair sobre si as atenções ou que pretende parecer mais do que realmente é em determinada situação. Expressões portuguesas similares que implicam o uso do verbo armar são também comuns nas expressões "Armar aos cucos", "Armar aos cágados" ou "Armar em carapau de corrida". Na expressão hoje em análise, incide a curiosidade sobre o substantivo "Pingarelho", uma armadilha utilizada para a caça de pássaros. Pingarelho tem sinónimos regionais como "Lousas", "Costelas" ou "Piscócias", todas designativas de armadilhas para aves. O pingarelho é um elemento central da armadilha, composto na maioria dos casos por um arame fino dobrado num nó, que permite que a haste metálica da armadilha, impulsionada por uma mola, cumpra a função de aprisionar mecanicamente a ave a capturar. Esta operação, delicada, pois dela depende o grau de sensibilidade da armadilha, requer que o caçador se esmere e que vá além dos limites de habilidade e paciência.

6 comentários:

crocodilo disse...

aste? ou haste?

Abraço
MC

João David Costa disse...

Já agora...de onde deriva a expressão "vai tudo pró maneta"?

A.Carrilho disse...

"...requer que o caçador se esmere e que vá além dos limites de habilidade e paciência."

E volta e meia leva com tudo nos dedos, o que o leva a dizer coisas, em voz alta, que aqui me envergonho de transcrever...

Pedro Aniceto disse...

João David Costa, essa expressão do "ir para o maneta" foi explicada em http://caoepulgas.blogspot.com/2007/12/origem-das-expresses.html

Pedro Aniceto disse...

Carrilho, se não é do pingarelho é da ferradela da agúdia...

Pedro Aniceto disse...

Crocodilo, é haste! ;) Obrigado