30 novembro 2009

A origem das expressões

"Beber uma Imperial" designa o acto de beber um copo de cerveja tirada por sistema de pressão. Embora a expressão seja utilizada sobretudo na área de Lisboa, tem-se generalizado no país com excepção da zona norte, onde a designação é outra (fino). Chamar Imperial a um copo de cerveja de pressão provém do facto de no início do século XX um dos primeiros produtores nacionais dar pelo nome de Fábrica Germânica Imperial, instalação fabril lisboeta na zona da Almirante Reis. Generalizou-se o uso da expressão Imperial para denominar cerveja de pressão em copo pequeno. Com a entrada de Portugal na Primeira Grande Guerra, foram nacionalizadas as companhias alemãs e a Fábrica Germânica viu alterado o seu nome para Portugália. A fábrica de cerveja com o mesmo nome funcionou em Lisboa no mesmo quarteirão da conhecida cervejaria lisboeta até à sua deslocalização para a localidade de Vialonga. O nome, esse, permaneceu nos hábitos de linguagem.

3 comentários:

Rui Antunes disse...

E já agora sabes que uma das mais conceituadas fábricas das máquinas de "finos" e "imperiais" chama-se Frigorificos Imperial, Lda e funciona em Odivelas... e já agora sabias que o dono tem uma casa em Alviobeira (já ouviste falar?). Curiosamente estive a conversar com ele e com a esposa não há muito tempo atrás aqui em Maputo... e sabes que mais, algumas das muitas "imperiais" que irão ser servidas às claques do mundial da África do Sul podem muito bem vir a ser tiradas em máquinas de tecnologia lusa!

catarina disse...

Em Coimbra também se diz 'fino'!É mesmo muito raro ouvir alguém dizer que quer uma 'imperial' a não ser que se esteja realmente a referir à marca da cerveja!

ogolbo disse...

Nos Açores também se bebem finos... e tulipas!