15 dezembro 2009

A origem das expressões

Escreve-me o leitor João Pires, enviando-me uma imagem de uma busca Google, busca que incidia no termo "Dicionário". A peculiaridade da imagem, que a esta hora já os mais argutos leitores lobrigaram, é a expressão "Significado de caralho". Usado vulgarmente no calão da língua portuguesa, a expressão "caralho" assume um carácter extraordinariamente multi-facetado, pois acaba por ser um palavrão genérico utilizado nas mais diversas situações e usos. Todos nós, e não preciso de o exemplificar, conhecemos expressões diversas com o uso da palavra. Dizer "O Reflexões de um cão com pulgas é um blog do caralho" além de ser um exemplo prático desse uso desabrido (e que não deixa de ser verdade) serve-me assim de rampa de lançamento para o significado e origem desta expressão vernacular portuguesa que tanta gente procura, ao ponto de figurar entre as questões mais comuns de dicionários online, bem como de diversos Fora (plural latino de Forum) linguísticos. O termo "caralho" provirá da designação popular dada pela marinharia medieval e subsequente ao cesto da gávea das embarcações portuguesas. O cesto da gávea, situado perto do ponto mais alto do mastro principal de naus e caravelas, local de maior visibilidade a bordo de um navio e ao mesmo tempo um dos mais ingratos postos que um marinheiro poderia ocupar a bordo de uma embarcação. Desprovido de abrigo das inclemências atmosféricas, fossem elas elas sol, chuva, frio ou vento, o lugar tomado no "caralho" era muitíssimas vezes provido de marinheiros em pena disciplinar. "Ir para o caralho", ou tomar posto no cesto da gávea era assim mal visto e pouco pretendido, sinónimo de castigo ou provação. Local de castigo e ao mesmo tempo de enorme responsabilidade, tendo em vista a segurança da embarcação face à aproximação de navios inimigos ou em navegações de descoberta, a possibilidade de avistamento de terra. A expressão ganhou hoje um uso quase universal no que a sentimentos e estados de alma diz respeito. É bem provável que depois deste post a minha reputação no Google, quase imaculada até hoje, tenha ido precisamente para o caralho... (Esta explicação da origem da expressão não é consensual. Se alguns oficiais de Marinha consultados para este efeito me forneceram esta origem, alguns historiadores navais e docentes da matéria náutica não concordam com a mesma).

9 comentários:

Fernando disse...

São coisas do dito cujo...

Não virá a propósito mas, quando frequentava a escola industrial Fonseca Benevides, havia na zona um vendedor ambulante de legumes e hortaliças cujo pregão era:
Ai que lindos, meus tomates. Oh meninas, quem quer alhos?

Pedro Aniceto disse...

Também gramaste com a Fonseca? Não me deixou saudades...

Miguel disse...

Então,"Um barco do caralho"(que também pode ser entendido como um bom barco), não é a mesma coisa que "O caralho do barco" (que também poderá ser entendido como um mau barco).

João disse...

SOCORRO!! Ando a ser perseguido!!

http://www.youtube.com/watch?v=GEiMg7mh9r4

Ass: O mencionado

Carlos disse...

...e eu a pensar que era o único a quem isto me acontecia quando procurava pelo dicionário da priberam! Cheguei até a enviar um printscreen semelhante para este mesmo blog à procura dos meus 15 minutos de fama na rubrica "caçador de pérolas", mas ainda não foi desta :)

binha disse...

Diz-se ser a medida mais utilizada no Porto. Bonita como o, grande como o, boa como o, e por aí fora.
Eu não escrevo a palavra, porque com este frio, iria sair pequenina com o...

Don Miguez disse...

Carago en español e diz-se como se não fosse a mesma coisa em Portugal! Ah carago boa coçadela Pedro

Carlos Amaral disse...

Estávamos mesmo a ver quando é que alguém caçava esta pérola... Como estes links são calculados pelo Google com base nas páginas mais procuradas, já lhes pedimos que removessem este link dos resultados da pesquisa mas ainda não obtivemos qualquer resposta. Já tivemos que filtrar esta e outras palavras da nuvem das palavras mais procuradas porque eram uma presença constante o que chocava algumas pessoas.

Hugo disse...

http://ciberduvidas.sapo.pt/pergunta.php?id=25588