10 maio 2010

A que cheira um Mac novo?

Quando em 2000 pedi a José Alberto Carvalho que me escrevesse umas linhas a respeito do aniversário de um serviço por mim prestado, ele escreveu um texto do qual estas linhas fazem parte:

"Abre-se a caixa… e antes de lhe tocar, emerge o aroma. Aquele momento entusiasma, inebria… é a sensação mais próxima das memórias de infância, sempre que desembrulhava um presente. O entusiasmo, o desafio, o prazer que cada presente encerrava.

Este aroma, já o senti – por felicidade – várias vezes. O primeiro saiu de um Powerbook 140, que paguei penosamente mês a mês; voltei a sentir o aroma a sair da caixa quando recebi um LC 630; o ritual – e o prazer – repetiram-se várias vezes. Agpra, lá em casa existe um PowerBook G3 original; um PowerMac G3 Tower; um PowerMac G4 e comigo, inseparável e indestrutível, um PowerBook WallStreet."

Muitíssimos anos depois, recordei estas palavras no texto de um outro amigo...

3 comentários:

Tralhas disse...

A minha mãe está sempre a dizer-me "Pára de cheirar as coisas! Para que metes o nariz em tudo?"
E eu digo sempre é para ver se cheira a Apple products :P
lol é que tudo que é apple tem aquele cheirinho que mais nada tem <3 lobe it (mas isto é literal):P

gracenaprace disse...

Eu estou ansiosamente a espera do meu mac book pro. Mas estão esgotados diz a fnac.. =S resta-me esperar para sentir o cheiro do meu novo MAC =D

O Gato Preto disse...

Sempre foi algo que me intrigou, porquê o mesmo cheiro em todos os produtos, será propositado, ou sempre o mesmo tipo de plástico ou embalagem?
Sei que mais nenhum produto da concorrência tem este aroma tão característico.
Gato.