31 maio 2010

Resposta do Jornal Público

Admirado com a falta de resposta do Público às minhas questões levantadas no Twitter, abri hoje de manhã a página do jornal no Facebook e coloquei uma questão sobre o assunto da fotografia indevidamente creditada. Minutos depois era-me pedido que desse algum tempo para que tentassem perceber o que tinha sucedido. Eis a resposta do Editor da secção Local, resposta que encerra o assunto.

"Caro Pedro Aniceto, aqui fica a explicação e, desde já, um pedido de desculpas. A resposta foi escrita e assinada pelo editor da secção Local Victor Ferreira:

"Devemos uma explicação ao leitor/autor da foto e um pedido de desculpas.

Fui eu quem apanhou a foto do Pedro Aniceto, na minha timeline no Tweetdeck, e garanto (embora sem 'print screens') que essa foto esteve assinada como sendo dele (Pedro Aniceto/Via Twitter). Pelo menos nos primeiros momentos.

Logo quando a vi, tentei enviar uma mensagem directa via Twitter ao autor, tendo usado o Tweetdeck. Só dois ou três minutos depois percebi que a mensagem directa não tinha sido enviada porque o Pedro Aniceto não é meu seguidor. Não é nem tinha de ser e eu então deveria ter logo feito um "reply", pedindo autorização para publicarmos a imagem no Publico.pt.

Acontece que no momento estava a tentar actualizar a notícia colocada online e, momentos depois, o fotógrafo do Público Miguel Manso chegou ao local, de onde enviou uma foto do iPhone dele.

Trocámos as imagens e as legendas no Publico.pt e, tal como dei conta no momento ao coordenador editorial do Publico.pt, estranhamente o nome do Miguel Manso apareceu nos créditos fotográficos mas a fotografia continuava a ser a do Pedro Aniceto. Ou seja, durante um tempo (não sei precisar quanto tempo), continuou a aparecer a foto do Pedro Aniceto, mas o crédito fotográfico já era atribuído ao Miguel Manso. Fazendo “refresh” na página, ora aparecia uma imagem, ora outra, mas sempre com o nome do Miguel.
Não cheguei a nenhuma explicação em concreto, depreendi que houvesse um atraso (cache?) na actualização das imagens. E pelo que vi no post do Pedro Aniceto, na app do Público para iPhone sucedeu o mesmo.

Foi isto que se passou. Lamento não ter insistido em contactar o Pedro Aniceto via Twitter depois de me ter apercebido de que a primeira tentativa falhara. Como entretanto chegou a primeira foto do Miguel Manso, desisti e essa culpa assumo-a eu. Se nada houver para me absolver, julgo porém importante sublinhar que não houve tentativa nenhuma de usurpar fosse o que fosse. Ainda assim, o meu pedido de desculpas, como editor do Local e responsável directo pela utilização da imagem.

Victor Ferreira
"

6 comentários:

gandratruck disse...

e...a lavagem do bólide!!? hum? ;)

Pedro Aniceto disse...

Já era...

botinhas disse...

"Estranho" é a desculpa informática mais usada quando não se faz a mais pálida ideia de como explicar o sucedido. Been there, done that! ;)

Ricardo Antunes disse...

Pois é Botinhas...

"Ah e tal... esse mail nunca cá chegou..." ou em alternativa: "enviei logo o email? não chegou? estranho..."

JOBA disse...

Aha! Um problema de refrescamento. No meio desta história quem é que é "fresco" afinal.

bordalix disse...

De louvar a resposta e o pedido de desculpas. Thumbs up!